Uma estátua de Buda: as parábolas oferecem reflexão sobre a evolução pessoal | Foto: neonow/Creative Commons

Os problemas, grandes ou pequenos, são vistos como um obstáculo à felicidade. No entanto, eles podem consistir em oportunidades de evolução, porque se nem sempre é possível resolvê-los, a forma como lidamos com eles pode ser um exercício de crescimento e mudança.

A parábola budista do 84º problema traz uma reflexão muito interessante sobre esta questão:

“Uma vez, um homem abordou Buda com um problema. Explicou-lhe o que era, esperando que Buda o resolvesse, mas este respondeu-lhe: «eu não posso resolver o teu problema».

Surpreendido, o homem contou-lhe outro problema, pensando que se Buda não pôde resolver o primeiro, certamente poderia resolver o segundo. Após escutá-lo, Buda respondeu: «também não posso resolver esse problema».

O homem, frustrado e zangado, perguntou: «Como é possível que o grande e iluminado Buda não consiga resolver os meus problemas? Eu contava que livrasse a minha vida de todos os problemas e afinal não resolveu nada!»

A isto, Buda respondeu: «Em cada momento, uma pessoa tem 83 problemas. Quando se resolve um, outro toma o seu lugar. Eu não posso ajudá-lo a livrar-se de nenhum dos 83 problemas, mas posso libertá-lo do 84º problema».

«E que problema é esse?», perguntou o homem?

«A necessidade de resolver os outros 83 problemas», respondeu Buda.” 

Esta parábola aponta para a necessidade de vermos o todo, e não apenas a parte, ou seja, o problema.

A realidade é um reflexo da nossa consciência, por isso o que projetamos é o que recebemos.

Uma boa forma de percebê-lo é o fato de uma coisa ser um problema para uma pessoa e não o ser para a outra: tem a ver com a nossa experiência e com a forma como vemos a realidade.

Se quando nos depararmos com um determinado obstáculo ou problema o encararmos com tensão e pessimismo, vamos experienciar esse problema tal como os estamos a perceber, ou seja, com tensão e pessimismo.

Por outro lado, se mudarmos a nossa perspetiva da vida e voltarmos a nossa atenção para a nossa evolução e bem-estar pessoais, os problemas perdem força e dimensão, porque passam a estar enquadrados numa nova realidade, mais positiva e estruturada.

O Reiki é uma ferramenta especialmente útil neste processo, juntamente com os seus cinco princípios. Além de ajudar a trazer harmonia a situações conflituosas, o Reiki ajuda a desenvolver uma visão mais positiva da realidade, de forma sustentada, e a desenvolver uma maior estabilidade pessoal, que vai muito além da força das circunstâncias.

A energia transformadora do Reiki abre portas à mudança e cria o equilíbrio e a harmonia necessários para começar a construir uma nova realidade, dia após dia.

Written by Reiki Studio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *