Liliana, autora do blog “Devaneios de Miss L” e praticante de Reiki, partilhou com o Reiki Studio Porto a sua experiência com o Reiki, numa perspectiva pessoal e intimista, própria de quem está à vontade com as palavras. Descubra este testemunho e partilhe também a sua história.

“Antes de entrar neste mundo sem saída, eu era muito stressadinha e muito confusa. Agora estou stressadinha, neste início. Tenho recaídas e lágrimas. Penso nela. Passa.

Um banho seco e “está a andar de mota”, como se diz na minha terra. Estou a encontrar o rumo. Tarde, mas vou a tempo. As coisas que o Reiki faz quando está comigo. Faz-me esquecer o passado e imaginar o que eu vivo.

O Reiki vê no meu olhar e na minha energia aquilo que eu não digo. Para quê dizer? Posso dizer que, metaforicamente, já era tarde, servi dois copos de vinho tinto, só porque não havia rosé, não dava para ser doutro modo. Respiro mais vezes. Banhos secos.

Disseram que tenho sorte e eu só posso concordar, pois não é uma opinião, é um facto. Um grande facto. Ainda penso nela, mas são recaídas. O Reiki ensinou-me a ser mais lógica espiritualmente e acordar sóbria à boas horas para ser ” honesta e verdadeira no trabalho”.

Eu estava pronta há tanto tempo para me libertar do veneno desta sociedade, senti que este era o caminho. Não sabia bem o que era, não sei ainda a 100%. Porém, ainda é cedo, há um grande caminho a percorrer, um caminho muito bom.

As energias dos desconhecidos torna-me desconfortável. No metro, por exemplo, as pessoas perdem a noção de espaço pessoal e pensam que são puzzles. Não sinto o medo de perder o Reiki, pois nunca acontecerá. Se voltar a cair, o Reiki entenderá como fez desde o início. O Reiki é amor. O Reiki é amor. O Reiki é amor.

As coisas que o Reiki faz e as coisas que o Reiki diz fazem todo o sentido na minha vida actual. Já não sou tão fraca. Nasci num bom lugar e o Reiki nasceu comigo sem eu saber. O início que falo, foi quando o conheci de verdade. Dá para entender?

Deus também é amor, mas o Reiki não é uma religião. O Reiki é o melhor amigo de Deus, pois Deus quer amor, paz e felicidade nos nossos corações. O Reiki quer estar comigo até ao meu fim. O que eu prometi vou cumprir, não falei sem sentir. Este é o meu caminho. Quando eu sei, não duvido.

Porém, como é que eu explico? O Reiki, metaforicamente, queima-me por dentro com a sua energia e o seu calor. Isto porque a Terra ainda gira e nada perdeu a cor. Eu ganhei cor! Continua a proteger-me, meu amor, meu Reiki… Obrigada!”

“Reiki Como um Centro” de Liliana Coelho, autora do blog “Devaneios de Miss L“.

Written by Reiki Studio

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *