posições de mãos

Um tratamento de Reiki consiste na canalização de energia sobre diferentes pontos do corpo do recetor. Esses pontos sobre os quais as mãos permanecem suavemente designam-se posições das mãos e variam consoante os sistemas e os terapeutas.

Desde a descoberta do Reiki por Mikao Usui, no início do século XX, este sistema terapêutico expandiu-se por todo o mundo e desenvolveu-se através de diferentes sistemas ou escolas.

Cada sistema contempla diferentes posições de mãos para os tratamentos de Reiki, que podem variar, por exemplo, entre cinco e mais de vinte.

Segundo o livro “Reiki: As Raízes Japonesas” de Sandra A. Ramos e Jorge A. Ramos, descobertas apontam para que Mikao Usui seguisse um padrão de cinco posições na cabeça, seguido da aplicação de Reiki apenas onde intuísse ser necessário (Reiji-Ho).

Hawayo Takata, Mestre responsável pelo desenvolvimento do Reiki no Ocidente, começava o tratamento com posições de mãos fixas que contemplavam a cabeça e o tronco, passando depois para a aplicação de Reiki nos locais relacionados com o problema a tratar.

À medida que o Reiki se foi desenvolvendo foram introduzidas variações, dando origem a diferentes opções de padrões de mãos nos tratamentos e auto tratamentos de Reiki.

Áreas como os joelhos, pés e mãos, por exemplo, passaram também a ser contemplados. Alguns profissionais tratam a frente do corpo e as costas, enquanto outros optam por atuar apenas sobre a frente do corpo.

Na maior parte dos casos, o tratamento começa na cabeça, mas é possível iniciá-lo nos ombros ou no abdómen, por exemplo.

No que refere às posições de mãos, não existe certo ou errado, desde que o sistema de Reiki seja válido, que os princípios éticos e filosóficos sejam seguidos e que a privacidade e integridade do recetor sejam totalmente respeitadas.

Recorde-se de que o Reiki não é uma massagem: as mãos do terapeuta permanecem levemente sobre cada um dos pontos a tratar, ou ligeiramente acima, sem tocar, durante alguns minutos. Não existe manipulação física e o recetor permanece totalmente vestido.

O mais importante para um terapeuta ou professor é desenvolver sensibilidade à energia, de forma a detetar as áreas em desequilíbrio e a atuar sobre elas.

Uma vez dominada esta técnica, designada byosen, o terapeuta estará em condições de desenvolver o método que for mais adequado para si e para os seus clientes.

Essa descoberta parte da prática contínua e do auto tratamento. A aplicação do Reiki em si próprio é o primeiro passo para desenvolver e aperfeiçoar a prática, independentemente do nível de ensino.

 

Written by Reiki Studio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.