Duas crianças num banco de jardim: a infância é um fase cheia de momentos preciosos | Foto: David Guyler/Creative Commons

O Dia da Criança já passou, mas todos os dias podemos recolher valiosas lições de sabedoria dos mais pequenos.

As crianças são naturalmente espontâneas e verdadeiras. Seguindo alguns dos seus exemplos e aplicando-os na vida adulta, podemos trazer mais alegria, honestidade e felicidade às nossas vidas.

A atitude positiva e pura dos mais pequenos em relação à vida está em perfeita sintonia com a filosofia do Reiki, que se baseia em cinco princípios simples e universais.

Eis cinco lições que podemos recolher da experiência das crianças, às quais correspondem cada um dos cinco princípios do Reiki:

1. Seja positivo, alegre e otimista | “Só por hoje, não me zango”:

As crianças são naturalmente positivas e vêm facilmente o lado bom das coisas.

Embora, enquanto adultos, possamos rotular essa inocência de ingenuidade, na verdade as crianças ensinam-nos o poder dos pensamentos e atitudes positivos e convidam-nos a acreditar nos nossos sonhos.

Recue ao tempo em que acreditava no impossível e use esse impulso para realizar, com alegria e ânimo renovado, as mudanças necessárias.

2. Seja curioso e experimente sem medo de errar | “Só por hoje, não me preocupo”:

A curiosidade é uma característica  fundamental da infância e da aprendizagem, que muitas vezes se vai perdendo, à medida que crescemos. Nesse processo desenvolvemos também o medo de errar ou de ser julgados pelos outros.

Siga o exemplo das crianças e avance sem medo nem preocupações, porque toda a experiência, boa ou má, é aprendizagem e conhecimento.

Desperte a sua curiosidade natural, veja o mundo com o olhar inquisitivo de uma criança e tudo ganhará uma nova cor.

3. Redescubra a alegria das coisas simples | “Só por hoje, expresso a minha gratidão”:

Quantas vezes, em criança, não brincou, maravilhado, com as roupas dos adultos, com a areia da praia ou tão simplesmente com uma história inventada por si, que transformava tudo o que o rodeava num cenário de encantar?

Quando somos pequenos, tudo é motivo de alegria, seja dormir, brincar ou passear.

Recupere esta capacidade de apreciar as coisas simples, redescubra a magia das mais pequenas coisas, e a sua vida passará a ter todo um novo significado.

4. Seja verdadeiro | “Só por hoje, sou aplicado e honesto no meu trabalho”:

A transparência é uma das características mais atribuídas às crianças. Elas são sinceras e dizem o que pensam, doa a quem doer.

Enquanto adultos, aprendemos a acomodar-nos às exigências da vida em sociedade, o que nos pode tornar, por vezes, submissos ou levar a que não vivamos de acordo com aquilo em que acreditamos.

Seja sempre verdadeiro consigo mesmo, como as crianças, e construa a sua vida em torno dessa verdade interior.

Seja também verdadeiro com os outros, mas de uma forma gentil e respeitadora. Levar uma vida ancorada na verdade e na honestidade é evitar desgostos, ressentimentos e a culpabilização, e sermos um pouco mais livres.

5. Conviva e partilhe coisas boas com os outros | “Só por hoje, sou gentil com os outros”

Regra geral, as crianças são seres muito sociáveis, sempre prontas para fazer novas amizades, partilhar brinquedos e explorar novas brincadeiras em grupo.

A partilha com os outros, o convívio alegre e despretensioso e fazer os outros felizes são formas de realização que podemos desenvolver em qualquer momento da nossa vida, mesmo enquanto adultos.

Cultive as suas amizades sinceras e recue à infância com atividades de grupo divertidas, baseadas no simples prazer de partilhar algo de bom com quem nos rodeia.

Existem mais aspetos da forma de ser dos mais pequenos, que gostasse de destacar? Partilhe connosco, nos comentários.

 

Written by Reiki Studio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.