Um vaso com flores: a partilha de conhecimento sobre o Reiki levou ao florescimento de novas informações | Foto: 55Laney69/Creative Commons

O sistema desenvolvido por Mikao Usui no início do século XX, no Japão, sofreu alterações à medida que se foi espalhando por todo o mundo.

Actualmente existem essencialmente duas visões diferentes, a oriental e a ocidental, que por sua vez se desdobram em diferentes ramos.

Investigações conduzidas por Mestres do Ocidente no Japão permitiram resgatar factos da história e dos métodos originais do Reiki, assim como estabelecer uma ponte entre as duas culturas, levando à partilha de conhecimentos e experiências entre a realidade japonesa e a ocidental.

Na história do Reiki, cada vez mais enriquecida por esta partilha, há pequenas curiosidades que vale a pena conhecer para compreender melhor a filosofia de Usui e o caminho que esta seguiu ao longo das décadas, nomeadamente em Portugal.

Eis dez factos sobre o Reiki que provavelmente desconhecia:

  1. O Reiki chegou a Portugal em 1988, pela mão de Mestres de origem alemã e holandesa, a partir do Algarve. Apenas em 1996 surgiram os primeiros Mestres portugueses residentes no país, dando início à expansão do Reiki a nível nacional;
  2. No Japão, aparentemente a palavra Reiki não é frequentemente utilizada para designar o método de Usui. O termo mais utilizado será “teate” (cura pelas mãos);
  3. A palavra “Reiki” já era usada no tempo de Usui para designar outros sistemas terapêuticos. O método por ele desenvolvido chamava-se “Usui Reiki Ryoho”, “Método de Cura Espiritual de Usui”, mas no Ocidente a técnica foi abreviada para “Reiki”;
  4. Mikao Usui desenvolveu o Reiki com 56 anos de idade;
  5. Até há alguns anos, acreditava-se que Mikao Usui tinha sido um padre cristão e que era licenciado. Hoje sabemos que era casado e tinha dois filhos, que teve várias profissões, que estava ligado ao budismo e que a designação Sensei (Mestre ou Professor) lhe foi respeitosamente atribuída pelos seus alunos em homenagem à sua sabedoria;
  6. Hawayo Takata, a primeira mestre de Reiki ocidental, formada por Chujiro Hayashi, aluno de Mikao Usui, terá adaptado algumas partes da história e da filosofia do Reiki para que fosse aceite na realidade americana do pós-Segunda Guerra Mundial;
  7. Chujiro Hayashi, o Mestre de Hawayo Takata, terá colocado fim à própria vida, de forma honrada, perante a possibilidade de ter de combater na Segunda Guerra Mundial;
  8. Hiroshi Doi, Mestre de Reiki e criador do sistema Gendai Reiki Ho, adaptou os ensinamentos de Mikao Usui, a que acedeu durante o seu ingresso na organização original do Reiki de Usui, a Usui Reiki Ryoho Gakkai, ao sistema de Reiki Ocidental, tornando-os mais acessíveis;
  9. Os símbolos usados no Reiki estiveram inicialmente envoltos em secretismo e em algum misticismo. Dizia-se que tinham sido revelados a Mikao Usui durante a meditação de 21 dias no Monte Kurama, mas actualmente muitos autores concordam que os símbolos já existiam antes do Reiki, tendo sido descobertos e adoptados por Mikao Usui, ou que já faziam parte do seu sistema espiritual e foram incorporados na vertente terapêutica do método;
  10. O Reiki no Ocidente começa a absorver ferramentas e traços do carácter original do sistema Usui, que é a de caminho de desenvolvimento pessoal e realização, do qual a vertente terapêutica é uma parte, mas não o todo.

Written by Reiki Studio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.